Autores Locais

FRANCISCO CALDEIRA CID LEITÃO PINTO DE ALBUQUERQUE

(2º CONDE DA BORRALHA)

Francisco Caldeira Cid Leitão Pinto de Albuquerque, nasceu a 24 de junho de 1878, tendo falecido a 25 de maio de 1946. Foi o 2º. Conde da Borralha, título que lhe foi conferido a 11 de janeiro de 1908 pelo Rei D. Carlos.

Formado em Direito foi Par do Reino e presidiu à Câmara Municipal de Águeda de 1923 e 1926.

Erudito escritor, historiador e investigador conceituado, dedicou especial atenção à História, Arqueologia e Linhagens, temas sobre os quais deixou estudos valiosos baseados e fundamentos, quase exclusivamente, em documentos da sua vasta e notável coleção particular.

Colaborou em diversas revistas culturais, mais assiduamente no “Arquivo do Distrito de Aveiro”, tendo publicado, em 1940, Portugal dentro e fora de casa, factor de civilização Mundial, sendo, ainda, autor de um trabalho historiográfico sobre o Hospital de Águeda, datado de 1941.

OBRAS PUBLICADAS

“Portugal dentro e fora de casa, factor de civilização mundial”

“Hospital de Águeda (apontamentos para a sua história)”


Investigação

A identidade de Águeda passa necessariamente pelas obras dos seus naturais, dos que aí nasceram ou nela vivem, dos que, mesmo sendo de fora, se interessam pelos assuntos aguedenses, os analisam, estudam, sobre eles escrevem e editam. Essas produções, sob a forma de livros e outros documentos, ajudam a desenhar a matriz identitária do nosso concelho. Conhecer uma dessas coisas é conhecer a outra.

E por essa razão perguntamos: quantos são os autores e os livros de/sobre Águeda?

O desejo de encontrar resposta para esta dúvida/curiosidade levou um grupo de estágio da Esmc, há 15 anos, a iniciar a investigação — por bibliotecas públicas e privadas, nacionais e estrangeiras, por instituições locais e muitas entrevistas, de resultados bem surpreendentes e profícuos…
Eleutério Santos

VER/BAIXAR PDF - O Livro de Águeda (Eleutério Santos)